"É a vida, mais que a morte, a que não tem limites."

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Enchentes em Santa Catarina

A situação climática aqui no Estado de Santa Catarina melhorou, mas infelizmente muitas vidas foram perdidas e afetadas pela tragédia.
Quem puder ajudar, seguem informações sobre como proceder:
Doações em dinheiro podem ser feitas através de depósito em nome do
Fundo Estadual da Defesa Civil
CNPJ 04.426.883/0001-57
O órgão atentou para a ação de golpistas na internet e ressaltou que não recebe doações pela rede, assim como não envia mensagens eletrônicas com pedidos de auxílio. A seguir, as contas abertas para receber os depósitos.

Caixa Econômica Federal
Agência 1877
Operação 006
Conta Corrente 80.000-8

Banco do Brasil
Agência 3582-3
Conta Corrente 80.000-7

Besc
Agência 068-0
Conta Corrente 80.000-0

Bradesco S/A
Agência 0348-4
Conta Corrente 160.000-1

Doaçãos de alimentos, roupas e outros:

A campanha Santa Catarina Solidária vai arrecadar alimentos, roupas, calçados, roupas de cama e itens de higiene pessoal para as vítimas da tragédia.
A entrega dos donativos poderá ser feita em qualquer agência dos Correios, desde que em caixas de no máximo 30 quilos, endereçadas à Defesa Civil do Estado de Santa Catarina.
Existem também em todo o Brasil muitos pontos de coleta em lojas, associações, entidades etc.

SAIBA O QUE DOAR PARA AJUDAR:

Cerca de 1,5 milhão de pessoas foram atingidas pela chuva em Santa Catarina, e boa parte delas precisa de doações de comida pronta para o consumo, água potável, roupas e material de higiene pessoal.
A Defesa Civil orienta as pessoas para que observem algumas condições antes de fazer doações:

- Alimentos: Podem ser doados alimentos e bebidas fáceis de serem consumidos, como água potável, bolachas doces e salgadas, barrinha de cereal, pão ensacado, leite e suco de caixinha, achocolatados, enlatados, leite em pó e frutas em pequenas quantidades.Quem deseja doar alimentos como arroz, feijão e massas deve levar aos postos de coleta já prontos, separados por marmitas para fácil consumo. Não devem ser doados alimentos que necessitem de refrigeração ou cozimento, como carnes e frios, congelados, iogurtes, arroz, feijão e massas embaladas.

- Roupas: As pessoas prejudicadas precisam também de roupas, agasalhos, roupa de cama, cobertores, lençóis, toalhas, mamadeiras para as crianças, colchões e calçados de todos os tamanhos. Os calçados tem que estar amarrados um ao outro e com a numeração do par escrita no solado. Os artigos precisam estar em bom estado de conservação, limpos e embalados. Prontos para uso imediato.

- Higiene: também pode ser doado material de higiene pessoal, como fraldas descartáveis, escova de dentes, xampu, absorventes, papel higiênico e sabonetes, e de limpeza, como água sanitária, desinfetantes, sabão em barra, luvas e botas de borracha, vassouras e escovas.
Colchões e roupas de cama devem estar em bom estado de conservação, limpos e prontos para utilização.

Dúvidas:

As empresas ou pessoas de outros estados que tiverem interesse em fazer doações para as vítimas das enchentes de Santa Catarina podem entrar em contato com o Departamento Estadual de Defesa Civil do Estado, pelo número (48) 4009-9885. As principais necessidades são de alimentos, água e produtos de higiene pessoal.

Os catarinenses devem ligar para 199 ou para a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional mais próxima do seu município.


Para ajudar os animais afetados pelas enchentes e deslizamentos de terra:

http://everywomansamadonna.blogspot.com/2008/11/apelo-animais-em-santa-catarina.html

"E o escuro ruído da chuva
É constante em meu pensamento.
Meu ser é a invisível curva
Traçada pelo som do vento... "

10 comentários:

Danny disse...

Guria do céu, estamos todos estarrecidos com tudo que tem acontecido em Santa Catarina, estamos em campanha de oração na igreja e arrecandando alimentos e roupas pra mandar pros necessitados. Espero que vcs estejam bem. Bjs!

olga maria disse...

Nina, espero que você e sua menina de cachos estejam bem. Minha torcida é para que bons ventos levem para longe as nuvens carregadas e o sol apareça para secar, aquecer, iluminar.
beijo OLga

vida cotidiana disse...

Legal a sua divulgação posso usá-la lá no Vida para ajudar na divulgação, e quem sabe aumentar os donativos?

Claudia disse...

Nina,

Eu estou acompanhando esta tragédia daqui e minha mãe está com o grupo de amigas dela coletando ajudas no Rio.

Está na hora de mostrarmos que podemos nos ajudar. Eu amo Blumenau e fiquei muito triste com tudo o que vi.

A cada 20 anos Blumenau passa por uma primavera trágica como esta. Em 1983 ou 1984 trabalhamos para ajudar a recuperar Blumenau depois de outra primavera violenta.

As vezes não sei o que pensar. Difícil aceitar.

C.

Nina disse...

Danny, Olga, Ana e Claudia:

Sim, nós estamos bem. Florianópolis foi menos atingida que outras cidades e moramos em uma área em que nada aconteceu.
Mas não dá para dizer "felizmente", porque há muita tragédia em volta.
Tenho acompanhado com muita atenção a distribuição dos donativos e fico tranquila em dizer que tudo parece estar chegando ao seu destino: às mãos de quem precisa.
Já tive a infelicidade de presenciar desvios nesta área, o que aumenta a dimensão da tragédia e da indignação.

OLGA, suas palavras aqueceram meu coração mais uma vez. Obrigada! Estou esperando a situação das estradas melhorar para viajar, já que vamos por terra.

ANA, claro que pode usar!!!!

CLAUDIA, eu me lembro das imagens de Blumenau nos anos 80, mas eu era criança. Na verdade, as enchentes daqueles anos aconteceram no inverno, época de chuvas por aqui (nós do eixo Rio-SP estamos acostumados com invernos azuis). A Oktoberfest foi criada justamente para ajudar a levantar a cidade e os ânimos.
Infelizmente, este ano a dimensão da trAgédia é maior. Quando o equilíbrio da natureza é tão afetado quanto está acontecendo, ela reage violentamente.

TODOS JUNTOS PODEMOS AJUDAR AS VÍTIMAS DA TRAGÉDIA.

beijos a todas!

Fernanda disse...

Nina,
Acho que é a primeira vez que comento aqui, moro no RS, fiquei muito chocadacom tudo isso.
Ja separei o que podia doar e vou levar no correio.
Espero que chegue nas mão de quem precise.

bjs
Fernanda

Michele Rosa disse...

Nossa, uma calamidade, é triste de dar dó! Estamos fazendo um mutirão na empresa em q trabalho para arrecadar roupas e afins, temos q nos solidarizar! Bjos

Carol Strelow disse...

Nina,

Vamos com certeza a esse café... e lembraremos de ti (como no Kiwi!).

Boa nova etapa de vida... =)

Claudia disse...

Guria, cadê você?

Espero que tudo esteja bem com vocês!!

C.

vani disse...

Nina sem palavras para comentar essa tragedia, mas tudo vai dar certo e se Deus quiser muitas doações ao de chegar, na minha cidade tem uma mega campanha e graças a Deus todo mundo tá contribuindo

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails