"É a vida, mais que a morte, a que não tem limites."

sábado, 22 de novembro de 2008

Pausa Culinária

Estamos passando por um momento delicado. Eu e o pai da minha menina estamos nos separando.

Então, hoje vou postar a receita de bolo preferida dela. Para alimentar o corpo e a alma. Confort food...

BOLO DE MILHO


1 vidro de leite de coco

3 ovos

3 colheres de manteiga ou margarina

1 copo (grande) de fubá

a mesma medida de acúcar (eu prefiro açúcar mascavo)

1 lata de milho verde escorrida

1 colher de sopa de fermento em pó


Bata muito bem no liquidificador o leite de coco, os ovos, a manteiga, o fubá e o açúcar. Diminua a velocidade e acrescente o milho e o fermento, batendo só um pouquinho. Despeje em forma untada e polvilhada com um pouquinho de canela misturada à farinha de trigo. Leve ao forno médio pré-aquecido.


Fica com gostinho de bolo de vó. Sabe, gosto de infância.

Para enganar ainda mais os sentidos, acompanhe com um falso café de fogão à lenha (para os adultos): em uma frigideira em fogo baixo, coloque um pouquinho de açúcar. Quando começar a derreter, acrescente a quantidade de pó de café que você for usar. Deixe mexa levemente e deixe torrar um pouquinho (bem rápido!). Coe essa mistura no coador de pano, ou até mesmo no coador com filtro de papel.


(Ilustro este post com o brinquedo que minha filha tem que eu mais gosto. Uma boneca que ela fez na escola, com material reciclado, chamada Xepa).

10 comentários:

vida cotidiana disse...

Às vezes temos que tomar atitudes que nos deixa tristes, mas são necessárias. Que bom que você é uma pessoa especial e vai saber lidar bem com as dificuldades e fazer com que sua menina não sofra boa sorte. Receita boa hein? bjs

olga maria disse...

Nina, gostei da receita. Tem horas que só preparando um doce, mesmo... Participei uma vez de um retiro budista, para conhecer um pouco desta filosofia, e o que guardei foi uma frase: "A impermanência permeia todos os fenômenos". Fica mais fácil se a gente lembrar disso sempre.
Um beijo

POPI by Paula disse...

Dói,,,mas passa.
Sem dúvida as crianças são as q mais sofrem nessa história, até elas entenderem q a separação não é com elas e q vcs vão estar sempre por perto custa mas acontece.
Já me separei e o mais incrível é q qdo estava me acertando (em termos de separação) com o pai da minha filha, ele se foi... fiquei viúva, a barra foi explicar para ela a falta do pai(para sempre) mas eu e minha mãe(q somos muito unidas) fizemos um bom trabalho!
Tenho certeza de q vcs dois juntos, também farão um bom trabalho!
Bjus imensos da sua vizinha,
Paula

*um adendo, conheço a Enxó sim! a mesa da minha casa comprei com eles o bom é q eu não sabia q a loja ainda existia e q só havia mudado para o centro, amei a novidade.

Heloísa disse...

Nina,
Bastante doce para sua vida.
Como é interessante a nossa conexão. Hoje também falei sobre culinária.
Beijo

Danny disse...

Querida, estarei orando por vcs, deve ser muito dificil passar por essa situação, principalmente por causa da sua linda menina de cachos, mas tenho certeza de que tudo acontecerá da melhor forma. Força amiga! Bjs!
Sua receita é uma delicia.
Tá loko, justo hoje que comecei um regime tá todo mundo postando sobre comida, isso é marcação viu! rs
Bjs!

Nina disse...

Oi, amigas queridas!

Obrigada a todas pela força!
Todas as palavras foram muito importantes para mim.

beijos, beijos

Ju Rodrigues disse...

Separações são sempre difíceis, mas nunca insuperáveis!
Cuide bem da sua menina em todo esse processo, com muito amor e diálogo o sofrimento sempre pode ser diminuído!
Olha.. deixo vc fazer suas receitas engorativas, mas não para sempre viu? Hoje a vontade é de "ficar gorda", mas amanhã é sempre hora de seguir em frente!
Aproveite bem a vida acima de tudo!
Beijocas

Nina disse...

Ju!

hahahaha!
Não tenho esta vontade de ficar gorda não, menina!
Obrigada por me fazer rir!

(quem adora esta bolo é minha menina!)

Monica Loureiro disse...

Fiquei curiosa para o "FALSO CAFÉ DE FOGÃO A LENHA"...
E quero fazer esta receita sim

Nina disse...

Oi, Monica!

Obrigada pela visita!

O café fica com um gostinho "torradinho", meio caramelado, como aqueles cafés que ficam no fogão à lenha.

Volte sempre!

beijos!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails