"É a vida, mais que a morte, a que não tem limites."

terça-feira, 16 de setembro de 2008

De cabelos e sonhos

Ainda não cortei os cabelos da minha menina.

Como ela nasceu carequinha, e tem só quatro anos, não são tão longos assim... E ainda guardam nas pontas a lembrança dos cachos dourados.

Ela está na fase de gostar muito de histórias de princesas e quer que os cabelos cresçam mais para ser "igual a Rapunzel". Mas eu quero diferente para você, minha filha! Quero que você tenha uma vida real, e não de contos de fadas.

Quero você uma mulher forte, independente e livre. Que seus horizontes sejam muito maiores do que uma torre. Que você mesma tenha a capacidade de resolver seus problemas, sem precisar de magia ou de um salvador. Que você encontre, um dia, um companheiro que siga ao seu lado, não à sua frente.

E acima de tudo, que você seja feliz todos os dias, e não apenas no final.


(este post foi inspirado por uma troca de e-mails com alguém que admiro muito)


Update: Cortei eu mesma os cabelos da minha menina pela primeira vez dia 09/10/2008. Quatro dedos de cabelo se foram. Bastante, para um serzinho de pouco mais de 1,15 m. E ela pela primeira vez sofreu a frustação, comum a todas as mulheres, de ninguém notar o novo corte!

4 comentários:

Danny disse...

Oi Nina, como sempre gosto muito de tudo que vc escreve, que todos os dias dos nosso filhos sejam felizes né. Tenho a maior curiosidade de te conhecer e ver fotos da sua menina, ela deve ser mesmo uma princesa. Bjs!

vani disse...

Oi Nina que bom que atualizou, gosto muito do jeito que você escreve, e que sua filhinha tenha tudo isso que você falou e força na cabeleira

Mariana disse...

AMÉM!

Mari

vida cotidiana disse...

Com certeza desejamos tudo isso aos nossos filhos, que sejam felizes.
Bjs adoro seu blog

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails