"É a vida, mais que a morte, a que não tem limites."

terça-feira, 7 de outubro de 2008

Qual a sua idade?

Observei um fenômeno curioso neste último domingo, dia de eleições. As mulheres mais velhas vestidas como adolescentes e as adolescentes vestidas como mulheres mais velhas. Parece que todo mundo quer ter 25 anos, a não ser quem tem 25 anos!

Não sei se isto se repete Brasil afora, mas me incomodou bastante. Cada fase da vida tem seus encantos. Em cada idade nos cabem privilégios. Eu fui feliz quando criança, quando adolescente, quando adulta jovem. Eternizo estes bons momentos na memória e não no meu guarda-roupas!

Felizmente minha filha estuda em uma escola que não é adepta de modismos. Não sei se por ter mais meninos que meninas.

A vaidade da minha menina ainda é bastante lúdica, como convém a uma criança de 4 anos. Ela gosta de roupas coloridas (de preferência rosa, argh!!), de fantasias, de enfeites brilhantes. Eu ainda estou no comando das compras e escolha de roupas. Aliás, evito levá-la comigo às compras, tento não incentivar o consumismo. Evito particularmente peças que exibam a marca com destaque, como uma certa "rata". Também não compro para ela roupas de "adulto em miniatura".

Existem na minha família certas peças de roupa que vão passando de uma criança a outra. A mais antiga delas é um casaco de lã, que foi meu quando eu tinha uns 4, 5 anos e depois foi usado por grande parte da família, irmãos e primos. Claro, graças ao fato de eu quando criança morar em uma região de clima quente e invernos amenos! Ver minha menina de cachos com este casaco me lembra que o tempo não pára, mas se perpetua. A criança que fui está viva na minha filha.

E se as lágrimas saberão seu caminho através das rugas que irão surgir, também os risos deixarão marcas permanentes. No rosto e no coração.


(Minhas marcas brasileiras preferidas de roupas para crianças:







Infelizmente, onde moro não vende... Sonho de consumo, especialmente a green fairy: http://www.kidorable.com.br/ )
xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

8 comentários:

Michele Rosa disse...

Sabe que sou como vc, criança tem q se vestir como criança, de vestidinho, laços no cabelo e muito conforto!!! Não suporto ver essas crianças miniaturinhas de adultos, me deixam pra morrer!!

Bjocas

PS.: Rosa é unanimidade entre as princesinhas, relaxe...

POPI by Paula disse...

Oi querida,
Vim te visitar também amei seu blog!!
e concordo em tudo e mais um pouco q vc disse vamos ser crinaças e depois envelhecer com dignidade
tah todo mundo querendo ficar igual... sem histórias para contar!!
bjus e amei ver mais uma de floripa por aqui vou te linkar
bju bju
POPI

Danny disse...

Oi Nina, fiquei até com vergonha ao ler seu texto, pois eu sou muito consumista, rs. Gosto de vestir a Nathalia bem menininha, mas nesse inverno não resisti e comprei uma calça jeans cigarrete pra ela e ficou tão lindinha, rs.
Mas também gosto de roupas coloridas, e a Nathalia ainda não tem preferência por rosa. Bjs!

Ju Rodrigues disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ju Rodrigues disse...

Nossa..
Esse seu comentário foi perfeito.

Eu brinco com os amigos quando perguntam todo aniversário "e aí, como está se sentindo mais velha?" eu digo: meu bem, a cada ano eu só fico melhor!

Melhor porque sei que aprendi, vivi, curti, sofri, chorei, sorri, fui criança e brinquei, fui séria e resolvi os problemas.
Cada fase da vida tem suas belezas.. nossa! Como têm..

Adoro me vestir bem e ponto. Não quero parecer nada que eu não seja, apenas eu. Por isso que vc me verá em festas usando vestidos e salto alto. Na rua um saltinho básico e aquela calça jeans preferia e por aí, de vez em quando.. um tênis pra lembrar que posso tudo! rsss

Por isso Nina.. deixa sua menina de cachos longe das lojas mesmo. Melhor tentar mantê-la o mais próximo possível da sua essência, ou seja, deixá-la ser criança..

Ai que delícia! Eu fui, e ainda sou muito criança, e adoro! Está sempre na moda.

Heloísa disse...

Nina,
Você tem razão. É grande o número de "senhoras" que ficariam bem melhores se usassem roupas adequadas às suas idades. Não estou querendo dizer que devem se arrumar como "velhinhas", mas, sim, que não ficam bem quando se arrumam como "mocinhas".
Quanto às menininhas, adoro vê-las com vestidinhos ou outras roupinhas próprias para a fase em que estão.
beijos

Nina disse...

Pois é, meninas!

Que bom que concordam!
Quando a gente pula um fase, ou quando fica preso a ela, deixamos de viver os encantos de outras idades!

Outra coisa que me incomoda é a padronização... Esta semana fui ao Shopping e 80% das mulheres (a partir dos 3 anos!) estavam com os cabelos lisos, presos com tiaras, de casaquinho "cropped", calça "skinny" e sapatilhas.
Fica um tédio só, aquela multidão igual!

beijos a todas!

POPI: bem vinda, suas bijous são lindas!

MICHELE,
DANNY,
JU,
HELOÍSA,

Muito bom tê-las sempre aqui!

Carol Costa disse...

"Parece que todo mundo quer ter 25 anos, a não ser quem tem 25 anos!"

Falou e disse, Nina! Detesto criança vestida como mini-adultinho. e o que dizer daquela garotinha Maísa, do SBT? Não parece a noiva do Chucky? Fazem tanta questão de reforçar a estética boneca de cachinhos que ela fica parecendo tudo, menos criança. Afe!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails