"É a vida, mais que a morte, a que não tem limites."

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Grávida!

Quando penso em minha gravidez, lembro-me de ser absolutamente feliz.

E no entanto, foi uma época bem difícil. Fui a todos as consultas e ultrasons sozinha. Somente uma vez minha mãe, que estava me visitando, me acompanhou. O pai da minha menina já tem outros filhos e não queria mais. Hoje ela é muito, muito amada. Mas aquele foi um tempo de poucas conversas e muitos silêncios. Contudo eu nunca me senti triste ou só, e apareço radiante de alegria em todas as fotos.

Pouco mais de um mês antes de ela nascer, viajei para a cidade do meu coração. Só nós duas. Lembro-me do calor, de dormir e de ser feliz. Exibia orgulhosa minha barriga pela cidade. Um amigo da família, fotógrafo, me encontrou um dia com meu pai no final da gravidez e gostou tanto, que me presentou com fotos que agora mostram a mim e a todos como eu estava bonita. Felicidade embeleza...

O pai da minha filha não veio para o nascimento, e ela chegou só para mim. Fui eu quem a registrei. Ficamos 28 dias por aqui. Voltamos agora, nós duas novamente.
Não está sendo fácil, mas lembrando nossa história, talvez já estivesse escrito que era para ser assim.

Eu e ela, ela e eu. Aqui, nesta cidade. Superando as dificuldades para fazer valer o nosso lema:

"Viver é muito bom!"

20 comentários:

Heloísa disse...

Nina,
Que lema forte.
A vida é difícil, e como o poeta disse:
"A vida é combate
Que os fracos abate
Que os fortes, os bravos,
Só pode exaltar". (Gonçalves Dias)
Você foi e está sendo forte.
Basta ver seu lema : viver é muito bom.
Beijos

Angélica disse...

Nina,
Você tem ao seu lado a coisa mais importante do mundo.
Então, a vida é bela mesmo, não é?
Gosto muito de pessoas otimistas, que sempre tem motivo pra se regozijar, mesmo quando tudo não está as 1.000 maravilhas.
Deus as abençõe nesta empreitada e que pode estar certa de que nada faltará a vocês: nem material, nem espititual.
Beijos.

Claudia disse...

Nina,

Certas coisas a gente sabe de antemão como vão ser. Você já sabia que seriam apenas vocês duas. Mas existe um mundo inteiro de pessoas ao redor de vocês. Existe um monte de gente neste mundo que se sentirá muito feliz de compartilhar a vida de vocês. Vocês só permanecerão sozinhas se preferirem assim.

Boa sorte na sua volta ao lar!

C.

vida cotidiana disse...

Nina seja forte, que o tempo é o melhor remédio, já dizia minha vó.
A luta pela vida, nos torna mais especiais. Passa lá no vida cotidiana deixei um meme para você. bjs

POPI by Paula disse...

Nina, vc é uma fortaleza!!
te admiro muito mas muito mesmo!!
q as duas sempre sejam assim radiantes!
bjus e bjus
paula

vani disse...

Nina seja forte, a pessoa mais importante da sua vida está ao seu lado e precisa de você, uma nova etapa da sua vida começando, você consegue beijos

Nina disse...

Heloísa:

Obrigada pelas palavras. Aliás, lembro-me sempre deste poema, que li pela primeira vez em um livro do Monteiro Lobato.

beijos!

Nina disse...

Angélica,

Obrigada, sou mesmo otimista!

beijos!

Nina disse...

Claudia,

com certeza, eu e minha menina não somos mais uma ilha.

beijo!

Nina disse...

Ana!

Vou lá já, já!
Obrigada!

beijo!

Nina disse...

Paula!

Obrigada, menina!
Eu é que admiro você, com este talento todo!

beijo!

Nina disse...

Vani querida,

estamos conseguindo, sim!

beijo!

Patrícia Angélica disse...

Nina, adorei seu blog, e principalmente este post. Sua gravidez foi muito parecida com a minha. O papai da Giovana não quiz saber, só registrou, e ia ver às vezes. Precisou que papai do céu me desse um grande presente, pra que ele pudesse entender tudo o que passei sozinha, sorrindo e lutando. Vou explicar: ele teve outro filho e começou a passar várias dificuldades do dia a dia. Criança pequena, grana nenhuma, apertos mil. Só assim ele pode sentir na pele tudo que sofri e senti, e, passou à dar valor à grande guerreira que sou. Nisso nos tornamos ótimos amigos, cúmplices e os melhores pais que a Giovana poderia ter.
Te desejo muita sorte! E que vc tenha muita saúde pra cuidar da sua princesa.
Adorei seu blog e vou acompanhar.
Quando puder dê uma passadinha lá no blog da minha princesa.

Danny disse...

Oi Nina, estou numa correria danada, trabalhando demais, passei no seu blog, li o post, mas não tive tempo de comentar, só hoje consegui vir comentar.
Acho linda a ligação forte que vc tem com a sua linda menina de cachos.
Beijus!

Nina disse...

Patricia!

Obrigada pela visita e pelas palavras!
Volte sempre!
Vou te visitar com certeza,

beijos!

Nina disse...

Danny querida,

Eu entendo a sua correria, porque eu estou passando por isto também, e sem tanto tempo quanto eu gostaria para acessar meus blogs preferidos.

beijos para vocês!

olga maria disse...

Nina, dentro de você, no fundo de seu coração é que você vai encontrar a certeza de que vai ser capaz de virar esta página. Porque você merece e porque você quer! E eu estarei aqui torcendo por você e por sua menina de cachos.
beijos

Patsy Zombilly disse...

que delícia de texto e que maravilha ver como os ventos sopram em diferentes direções, nos levando a caminhos tão inesperados... e felizes :)

Nina disse...

Olga,

Obrigada pela torcida! Torço por você também!

beijos!

Nina disse...

Patsy,

Que bom receber seu comentário!
Realmente espero encontrar a felicidade neste novo caminho - eu e minha menina!

beijos!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails