"É a vida, mais que a morte, a que não tem limites."

quinta-feira, 31 de março de 2011

A DANÇA

"Este é o dia mais feliz da minha vida!"
Já ouvi isso muitos vezes. Acompanhada por gargalhadas, pulos e palmas, essas declarações me mostram que minha menina é feliz.

Estávamos estudando quando começou a chover. Dessa vez, era uma tempestade. Raios, trovões e recorde de chuva. O barulho das pedrinhas me alertou, e eu a chamei para ver a novidade. Na varanda, nem precisamos chegar até o portão, o gelo empurrado pelo vento caía aos montes perto de nós. Ela recolheu um, outro, encantada com a primeira vez em que pegou granizo com as mãos. Entrei por uns minutos, e logo ouvi sons diferentes: era ela, que atraída pelas águas, pulava nas poças. Olhou-me entre desafiadora e tímida. Não pude resistir, e a incentivei a continuar. 

E ela, dançando, estendeu sua infância até me encontrar.


Este é o dia mais feliz da minha vida.


12 comentários:

Paulo Sales disse...

"E ela, dançando, estendeu sua infância até me encontrar."
Ah, Nina, às vezes você precisa de tão pouco para fazer grande literatura. Muito lindo isso, ainda mais para quem só viu um pouco de granizo uma vez na vida.
Um beijo.

Nina disse...

Paulo,

obrigada. Mesmo. Vindo de você, é um elogio sem tamanho!

Beijo

Anônimo disse...

Que lindo, isso é pura poesia!

bjinho

Manuela

Tamyris Dias disse...

Lembro da minha primeira "tempestade" com direito a granizo... Foi em São Paulo, nas minhas férias de sempre... Estava muito fria a cidade, e de repente começou a chuva que logo virou uma tempestade. Ficamos sem luz, mas era dia... Quando acabou, que olhei pela janela, por um minuto, pensei "ver neve"... Imediatamente colocamos nossos casacos e botas e descemos pra brincar na "neve". Estava tudo branco e lindo. Nem ligamos para os estragos, o teto do posto que havia em frente o prédio da vovó estava no chão, carros batidos na rubem berta e a gente lá... Encantados com aquilo tudo.
Imagino bem a sensação que ela teve... É realmente uma delícia!!!!

Nina disse...

Tata,

fiquei encantada com o que vc escreveu. Vc é linda por dentro e por fora!

O tempo em que morei em Floripa, só choveu granizo uma vez, liguei para a escola para levarem minha menina para ver, mas durou pouco e nem deu tempo... Parece-me que no Estado de São Paulo chove granizo mais vezes!

Bjo

Dani disse...

Vc sempre me emociona. Seja com um texto inteiro, uma foto ou com uma única frase: "E ela, dançando, estendeu sua infância até me encontrar."

Sim! sua menina é MUITO feliz!!!

Beijo

Nina disse...

Obrigada, Dani querida.

Você é que me emocionou!

Beijo

Danny disse...

Que delicia dançar na chuva né, faz tempo que quero também viver isso com a Nathalia, mas ainda não deu.
A felicidade de sua menina está estampada nessa foto linda, amei.
Bjs!

Nina disse...

Danny, obrigada!

Delícia mesmo dançar na chuva, aproveite logo com a Nathalia.

Bjo

Heloísa disse...

Nina,
Como é bom ver nossa meninas felizes, não?
E você, sempre "poetando".
Beijo.

Anônimo disse...

Tudo lindo, como sempre. Você especialmente.
Você devia lançar uma trilha sonora do blog.

Bjo

Anônimo disse...

O seu blog é lindo, mas você é mais. E isso quase ninguém sabe.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails